Avisos Paroquiais
Receba nosso informativo diretamente em seu e-mail.
Festa da Santissima Trindade

22/06/2011

Festa da Santissima Trindade/Dia Nacional do Migrante

Ex 34,4b-6.8-9 / Sl Dn3 / 2Cor 13,11-13 / Jo 3,16-18

Tema: Quem é Deus?

Festa da Trindade, festa da comunidade. a Trindade, comunhão perfeita, é o ideal da comunidade cristã. A Trindade existe para se relacionar com a humanidade. Perguntando-nos quem é Deus temos a resposta de quem é o ser humano. Deus é aquele que deseja se encontrar com a comunidade, revelando seu amor, fidelidade, caminhando com ela, abrindo-lhe o acesso à libertação (Ex 34,4b-6.8-9), Deus é amor e fidelidade. O povo tinha sido libertado do Egito, mas o caminho da libertação sofria sérias ameaças de fracassar no deserto.

A figura de Moisés como lider do povo é fundamental nesse momento, nessa situação dramatica. Sob a ordem de Javé, Moisés prepara duas tábuas de pedra e, de manhã cedo, sobe o Monte Sinai, como Javé lhe ordena (Ex 34,4b). Javé, desce da nuvem e fica junto de Moisés (v.5a). Nesse gesto de subida (Moisés) e Descida (Javé) temos o encontro. O texto revela um Deus que deseja relacionar-se, entrar em contato com o povo, mediante Moisés, o líder, Javé é o Deus do encontro, da relação, do contato, da proximidade.

Moisés invoca o nome de Javé. Os hebreus não poderiam falar a Javé, não se podia pronunciar seu nome. Moisés não leva em conta isso e invoca o nome de Javé (para os salmistas, o nome é a identidade da pessoa). Moisés é ousado, dai nasce a revelação de Deus. ele se dá a conhecer quando o ser humano ousa arriscar. Javé se dá a conhecer passando diante de Moisés e este exclama: "JAVÉ, JAVÉ, DEUS COMPASSIVO E BONDOSO, PACIENTE, RICO EM AMOR E FIDELIDADE" (v.6). Deus continua sendo o Deus libertador (Ex 3,14), decidido a conduzir até o fim o processo de libertação. Apesar da infidelidade do povo, Ele perdoa, sabe esperar.

A súplica de Moisés revela quem é Deus:

1) É aquele que caminha no meio do povo.

2) Ele aceita caminhar com esse povo de cabeça dura, portanto, não é mérito do povo.

3) É aquele que perdoa os pecados e conduz à libertação e vida.

4) É o Deus que apesar de ser criador e dono do mundo, aceita receber em herança um povo fraco e pecador.

Deus é o amor que salva e comunica a vida plena (Jo 3,16-18). O capitulo 3, pertence ao diálogo de Jesus com Nicodemos.

Quem é Deus? A primeira leitura (Ex 34,4b-6.8-9), mostrou Deus caminhando com sue povo, perdoando seus pecados, assumindo como propriedade e herança.

O Evangelho mostra Deus superando e vencendo os limites da condição humana, como a morte.

Deus ama a humanidade toda, capaz de aceitar ou rejeitar o amor de Deus. Ele nos ama não porque somos bons, mas porque ele é bom, quer salvar, quer comunicar vida em plenitude. (Jo 3,16).

A vida em plenitude se realizou na encarnação e morte de Jesus, ele é a personificação do amor do Pai levado às ultimas consquencias: a entrega do seu Filho único.

Deus não deseja que as pessoas se percam, nem sente satisfação em condenar alguém (Rm). O prazer de Deus é salvar a todos, é desarmar todos com a lógica do amor, por isso, tudo que gera dor e morte é contrário ao projeto de Deus.

Aceitar Deus, como salvador é ser a favor da vida em todas as suas manifestações e ser contra tudo o que não promove a vida.

Deus é a comunhão que se manifesta na comunidade cristã (2Cor 13,11-13) é a conclusão da segunda leitura. Lendo pode se perceber o estado de ânimo do coordenador(a) de Pastoral, suas convicções e lutas. A carta mostra também os avanços e recursos da comunidade, alegrias e sofrimentos.

O texto contém duas referências litúrgicas:

1) Beijo fraterno (v.12)

2) Saudação (v.13)

Essas refereências são ferramentas para que a comunidade possa ser o lugar da presença e manifestação de Deus.

SOLENIDADE DA SANTISSIMA TRINDADE, Jacareí, 19 de junho de 2011.

Pe. José Afonso de Souza

Pároco

fonte: Projeto Nacional de Evangelização - CNBB, n17;

          Bíblia Sagrada - Edição Pastoral -Paulus

          Roteiros Homiléticos - Pe. José Bortolini - Paulus

Voltar

 
| Política de privacidade