Avisos Paroquiais
Receba nosso informativo diretamente em seu e-mail.
Novembro: Mês do Dízimo

Desde o início dos tempos o homem tenta se relacionar com Deus, e uma das formas que encontrou para este relacionamento foi a de ofertar à divindade uma parte daquilo que entendia ter recebido de Deus.
Assim podemos encontrar nas escrituras diversas passagens onde o homem oferece a Deus parte daquilo que angariou em suas batalhas, nas colheitas e até mesmo em fatos que jamais poderão ser explicados, como a cura de um ente querido.


Nos dias de hoje vemos as maravilhas acontecerem à nossa volta a todo momento, mas muitas vezes não nos damos conta, ou fingimos que não percebemos, que Deus está agindo em nossas vidas. Como retribuir tanto carinho e atenção deste Pai que nos protege em todos momentos, que nos permite sentir apenas aquilo que somos capazes de suportar?

É neste momento que devemos entender o que é ser dizimista e qual a sua importância em nossas vidas e na vida da nossa comunidade; devemos observar que quando atuamos na comunidade partilhando mensalmente nosso dízimo estamos mais do que devolvendo os benefícios recebidos de Deus. Estamos na realidade mostramos que o reconhecemos como nosso verdadeiro Senhor e que o seu mandamento principal foi entendido e está sendo empregados junto de nossos irmãos.

É através do nosso dízimo, entregue na Paróquia que as maravilhas de Deus podem continuar acontecendo de forma concreta, e através das ofertas podemos manter a casa de Deus; levar sua palavra através das missões e manutenção dos seminários e acima de tudo ajudar os nosso irmão mais necessitados.

Quando entendemos que não se trata de devolução, mas da aplicação de forma concreta da palavra de Deus que nos pede que sejamos e vivamos como verdadeiros irmãos, deixamos falar a voz do coração e assim continuamos a viver como os primeiros apostolos que tudo dividiam e não permitiam que os irmão passassem por necessidades.
 
José Carlos Israel
Coordenador Diocesano
Pastoral do Dízimo

Voltar

 
| Política de privacidade